Empresa aposta nas classes B, C e D para conquistar mercados do Centro-Sul do país.

Com mais de dois milhões de clientes nas regiões norte e Nordeste, o Hapvida dá início

à atuação em todo o território nacional este mês. Na contramão das gigantes do

sudeste, que subiram o mapa, tentaram, mas fincaram bases somente nas classes A e

B, a empresa expande suas operações para todo o país. Em 2011, a empresa cresceu

21% em número de clientes na área médica, e 75% na de Odontologia.

“Temos a oportunidade de anunciar em primeira mão aos cearenses. Fechamos

parcerias importantes. Além de grandes empresas que já são nossas clientes, agora

cuidaremos também da saúde da Força Aérea Brasileira (FAB), nacionalmente, e dos

colaboradores do Walmart, no Norte e Nordeste”, diz o vice-presidente do Hapvida,

Candido Pinheiro Jr.

Há 33 anos no setor, a operadora conta com a maior rede própria de atendimento da

região e a segunda maior do país. São 13 mil profissionais envolvidos diretamente na

operação de 19 hospitais próprios, 75 Hapclínicas, 14 prontos atendimentos e  48

centros de diagnóstico por imagem e laboratório, distribuídos nos 11 estados onde

atua: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Pará, Paraíba, Piauí,

Rio Grande do Norte e Sergipe.

Segundo o presidente executivo  do  Hapvida Saúde, Dr. Jorge Pinheiro, a principal

estratégia da empresa tem como foco o tripé estrutura, tecnologia e profissionais de

qualidade. A operadora investe pesadamente, de maneira constante, em rede própria

de atendimento.

“Queremos que o cliente compre o plano porque o Hapvida tem a melhor rede própria

de atendimento. E, de fato, conquistamos isso. Temos hoje o completo domínio da

operação e podemos gerir diretamente a qualidade do serviço e o custo final

oferecidos aos nossos clientes. Isso somado à escala nos permite  conquistar uma

maior capilaridade de mercado e alcançar um universo de brasileiros que antes não

tinham acesso à saúde privada”, destaca.

 

A empresa aposta nas classes B, C e D e investe em desenvolvimento de diferenciais

voltados para a área comercial, tecnológica e de atendimento. Os clientes corporativos

são outro foco do Hapvida. Além dos contratos recém-assinados com a FAB e o

Walmart, o Grupo Pão de Açucar, Contax, Rede Pague Menos, Nacional Gás, Vicunha

Têxtil, CSU CardSystem, Lojas Riachuelo, C&A e Iguatemi são algumas das corporações

já atendidas pelo Hapvida Saúde.

Atualmente, o Hapvida é a terceira operadora privada de saúde do Brasil.  “Temos a

gestão direta da qualidade dos serviços oferecidos, em tempo real”, enfatiza o

presidente do Sistema Hapvida, Dr. Jorge Pinheiro.Hoje, o setor da saúde privada do é responsável por 9% do PIB nacional

Hoje, o setor da saúde privada do é responsável por 9% do PIB nacional, quase o dobro da participação da construção civil, 4,3%, em 2010, segundo dados do IBGE. Esses dados mostram a representatividade adquirida pelo setor na economia nacional. Esse mercado mostra-se como um oceano azul frente ao percentual ainda tímido de apenas 23% da população brasileira que tem plano de saúde privado. Segundo a ANS, apenas 11,3% da população do Nordeste e 10,6% da população do Norte têm cobertura de plano de saúde. Já no Sudeste esse percentual é de 37,8%, quase o triplo das duas regiões. No Ceará, somente 12,2% da população possuem cobertura médica e, em São Paulo, são 44,2%.

você também vai gostar de ver:

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>